Notícias

10 de agosto de 2017

Servidores de Natal realizaram ato unificado em frente à prefeitura




Protesto saiu pelas ruas do centro de Natal e finalizou em frente ao Tribunal de Justiça

Na manhã desta quinta-feira (10), os servidores do município de Natal realizaram um ato unificado contra o atraso dos salários e contra o Termo de Ajustamento de Gestão (TAG) do prefeito Carlos Eduardo. O ato se concentrou às 9h em frente à prefeitura do Natal e após algunas falas de entidades, saiu em passeata pelas ruas do Centro, finalizando em frente ao Tribunal de Justiça.

Cerca de cem pessoas participaram do protesto, entre as categorias estavam o Sindsaúde, Sinsenat e SindGuardas. Segundo informações, o prefeito Carlos Eduardo não estava presente na prefeitura, e se encontrava viajando.

O protesto unificado foi contra todos os ataques da prefeitura aos servidores. Desde janeiro de 2016, os servidores de Natal recebem os salários atrasados. Até o momento, apenas 63% dos servidores receberam seus salários. Segundo o prefeito, a folha será paga integralmente apenas no dia 16. Essa é a realidade enfrentada pelos servidores de Natal, pagam suas contas com juros e atraso.

Além disso, a exemplo dos cortes feitos pelo governo Temer, o prefeito Carlos Eduardo Alves assinou um Termo de Ajustamento de Gestão (TAG) que impede reajustes salariais e contratações de novos servidores até 2021.  Os servidores também cobram a Mesa de Negociação que vem sendo sempre adiada, o cumprimento da lei da data-base, entre outros direitos negados pela prefeitura. Desde fevereiro que os sindicatos aguardam o avanço das negociações, mas não há respostas e diversas reuniões foram adiadas.

 

Autor: Comunicação Sindsaúde

Boletim Eletrônico

  • Digite o código: 6602

  •