Notícias

28 de julho de 2017

Em assembleia, servidores da saúde de Natal decidem paralisar atividades por 2 dias




Categoria vai parar nos dias 7 e 8 de agosto

Os servidores da saúde de Natal e municipalizados se reuniram em assembleia, na manhã desta quinta-feira (27), no auditório do Sindsaúde e discutiram a campanha salarial. Uma votação foi realizada e os presentes decidiram parar as atividades por dois dias. A paralisação está prevista para acontecer nos dias 7 e 8 de agosto.

A principal reivindicação dos servidores é o atraso recorrente no pagamento dos salários. Os profissionais da saúde debateram, também, sobre o Termo de Ajuste de Gestão (TAG), assinado pelo prefeito Carlos Eduardo Alves juntamente com o Ministério Público de Contas. O documento prevê uma redução de despesas impedindo reajustes salariais, além de contratações de novos servidores. Com isso, a expectativa é de que, mais uma vez, a correção das 30 horas e a data-base sejam negadas.

A medida de ajuste fiscal proposta pelo prefeito põe em xeque o servidor público, que continua sentindo na pele os ataques do Governo.

A decisão de parar as atividades nos próximos dias 7 e 8 de agosto será levada terça-feira (1), a uma assembleia unificada, no auditório do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Natal (Sinsenat), onde estarão reunidas todas as categorias do município.


 

Autor: Comunicação Sindsaúde

Boletim Eletrônico

  • Digite o código: 2014

  •