Notícias

31 de maro de 2017

Juary Chagas é reintegrado à Caixa Econômica




Processo seguirá na Justiça contra o membro da CSP-Conlutas RN

O conselheiro fiscal do Sindicato dos Bancários do RN, Juary Chagas, foi reintegrado na manhã desta sexta-feira, 31 de março, às suas funções na Caixa Econômica Federal. A decisão foi em caráter liminar e o processo continua correndo na Justiça.

Juary foi vítima de perseguição política dentro da Caixa e suspenso de suas atividades sem pagamento de salários em dezembro de 2016. A perseguição política acentuou-se em 2011, quando o setor no qual trabalha, a Filial de Tecnologia, sofreu um esvaziamento fruto de uma reestruturação. Ele foi descomissionado e as atividades foram concentradas em Recife (PE). Com direito a inamovibilidade, o bancário permaneceu lotado na sua unidade, em Natal. Desde então, o assédio se intensificou e junto com a retirada de comissão, sofreu tentativa de transferência à revelia e retirada das atividades do setor. Neste período, Juary não teve um registro funcional negativo e chegou a receber promoções por merecimento por duas vezes, fruto de avaliações de seus colegas de trabalho.

A Caixa pediu abertura de processo administrativo contra Juary com um parecer desfavorável a partir de medidas de assédio moral por retirada de atividades do setor e monitoramento de suas iniciativas de organização sindical na Caixa. O objetivo final era a demissão do empregado visando o enxugamento do setor, que passou a operar com apenas um empregado.

Desde o início do processo de perseguição, o Sindicato dos Bancários do RN vem acompanhando, denunciando e prestando total apoio a Juary. Infelizmente, a entidade foi impedida de participar dos depoimentos que formataram a decisão do banco. Após a suspensão do bancário, o SEEB RN, por decisão de assembleia, vem mantendo um apoio financeiro ao seu conselheiro que desde então esteve à disposição da Entidade para trabalhar em defesa dos trabalhadores.

 

Autor: SEEB RN

Boletim Eletrônico

  • Digite o código: 5406

  •