Notícias

07 de outubro de 2013

Sindsaúde entra com mandado de segurança para que governo pague imediatamente os dias cortados na greve




Ao todo, 244 servidores tiveram faltas descontadas durante o mês de agosto, a maioria em decorrência da participação na greve. Sesap declarou que irá repor os valores na folha de outubro, mas Sindsaúde requer folha suplementar ainda neste mês

Durante a greve dos servidores estaduais da saúde, o governo fez diversas ameaças aos grevistas, entre elas o corte de ponto. Como parte do acordo que suspendeu a greve, o governo se comprometeu a não descontar os dias parados dos grevistas. O compromisso foi assumido no dia 3 de outubro, em ofício assinado pelo secretário adjunto Marcelo Bessa e endossado pelo secretário Luiz Roberto.

No prazo acertado, o Sindsaúde enviou a relação com os servidores que assinaram os livros de presença da greve, mas mesmo assim, o compromisso não foi cumprido e muitos tiveram descontos. Diante disso, na segunda-feira, 30 de setembro, diretores do Sindsaúde e servidores dos locais onde ocorreram descontos, como o Hospital Santa Catarina, estiveram na Sesap, reunidos com o secretário de Saúde, que se comprometeu a repor os valores, na folha de pagamento de outubro.

No entanto, o Sindsaúde reivindica a reposição imediata dos descontos, através de uma folha suplementar. “Em muitos casos, o desconto chega até a R$ 500. São valores que estão fazendo falta para os servidores pagarem seus compromissos. Na Administração nos disseram que não tinham como repor agora, pois o dinheiro já tinha sido usado para outras coisas. É um absurdo”, disse Egídio Júnior, vice-coordenador do Sindsaúde-RN.

No dia seguinte à reunião com o secretário, a assessoria jurídica do Sindsaúde entrou com um mandado de segurança, para que o governo estadual pague imediatamente os valores. O pedido gerou o processo 2013.017369-5, na Justiça do RN. No dia 04, o processo foi entregue à Desembargadora Maria Zeneide Bezerra, que irá decidir sobre o pedido do sindicato. Além disso, no dia 09, às 15h, haverá uma audiência dos sindicatos do estado com o secretário de Administração, para cobrar o atraso nos salários deste mês. Na ocasião, o Sindsaúde exigirá a devolução dos valores descontados.

TOTAL DESCONTOS - AGOSTO

HOSPITAL

TOTAL SERVIDORES

PLANTÕES

SANTA CATARINA

107

325

CENTRO DE SAÚDE REPRODUTIVA DE MOSSORÓ

1

4

HEMOCENTRO NATAL

1

1

URSAP MOSSORÓ

7

66

LACEN

1

1

SAMU

35

216

MARIA ALICE

8

18

DEOCLÉCIO

6

23

HOSP. REG. SÃO JOSÉ DE MIPIBU

1

6

JOÃO MACHADO

4

26

RUY PEREIRA

37

104

RAFAEL FERNANDES

2

6

GISELDA TRIGUEIRO

20

57

WALFREDO GURGEL

3

3

JOÃO CÂMARA

1

12

TARCÍSIO MAIA

8

44

 

Autor: Comunicação Sindsaúde

Boletim Eletrônico

  • Digite o código: 2455

  •