Notícias

12 de setembro de 2019

Sindsaúde participa de reunião da Mesa SUS municipal




Sindicatos cobram calendário de pagamento das gratificações antes do dia 19 de setembro

A direção do Sindsaúde RN esteve presente nesta terça-feira (10), em mais uma reunião da Mesa SUS do Município de Natal. Na ocasião, o diretor do sindicato, Flávio Gomes, que estava compondo a mesa ao lado de representantes do Sinsenat, Sindern, Soern, Sindas e Sinfarn, relatou a difícil situação dos servidores da saúde de Natal. Onde por causa da sobrecarga de trabalho, do assédio moral, da falta de insumos e da insegurança nas unidades, estão adoecendo.

Na presença do Secretário de Saúde de Natal, George Antunes, o Sindsaúde RN reforçou a crítica e afirmou que a crise do município não tem nenhuma relação com os servidores. “A culpa de qualquer crise que esteja acontecendo, não é dos servidores públicos. O Poder Executivo Municipal deve cobrar a dívida ativa dos empresários e não querer aumentar a carga horária dos trabalhadores. Não vamos aceitar!”, disse.

?Entre os encaminhamentos, os sindicatos sugeriram que a gestão apresente um calendário de pagamento das gratificações antes do dia 19 de setembro e que convoque uma reunião extraordinária para discutir o assunto.

?Outras pautas discutidas foram a questão da convocação dos candidatos aprovados no cadastro de reserva da SMS e quinquênios, que segundo o secretário, George Antunes, a convocação e implantação dependem da administração e do prefeito, Álvaro Dias.

?Quanto ao dimensionamento e da definição das 30h foi informado que estudos devem ser finalizados, como requisitado pelo MPT, em um prazo de 30 dias.

?Sobre a isonomia, antes havia diferença de carga horária entre os trabalhadores antigos e os novos. Haviam concursados que estavam dando 40h sem gratificações. Agora, tanto a atenção básica quanto a equipe da estratégia da família trabalharão com a mesma carga horária. Quem trabalha no Caps vai dar horário corrido.

?Mais dois sindicatos foram incorporados à Mesa: Sindfern e Sindfarn.

 

 

Autor: Comunicação Sindsaúde

Boletim Eletrônico

  • Digite o código: 9417

  •