Notícias

18 de janeiro de 2019

Campanha de arrecadação de alimentos do Sindsaúde denuncia falta de prioridade dos governos




Campanha iniciou nesta segunda-feira (14)

A campanha de arrecadação de alimentos do Sindsaúde tem dois objetivos principais. O primeiro é contribuir com os servidores e aposentados que estão em situação crítica, que estão passando dificuldades financeiras. O segundo, para denunciar a falta de prioridade dos governos, que entra governo e sai governo, os trabalhadores não são tratados com respeito.

O Sindsaúde defende que todos os servidores devem ser respeitados, que recebam salários dignos não só para sobreviver, mas para poder ter lazer e ter uma vida plena. Defendemos que os servidores recebam os salários em dia, um direito básico de qualquer trabalhador que doa seu sangue e seu suor para oferecer um atendimento de qualidade. Que a saúde seja gratuita e de qualidade e que não faltem medicamentos, insumos, para a população que mais precisa dos serviços públicos. Que os aposentados tenham o direito de gozar sua aposentadoria depois de ter passado anos servindo ao Estado e que ao invés de sofrer por causa dos salários, possam viajar e aproveitar a terceira idade com saúde. Mas, infelizmente não é assim. Os governos não estão interessados em oferecer uma vida de qualidade aos trabalhadores, preferem retirar direitos e atrasar salários.

O Sindsaúde não tem a intenção de se vangloriar pela situação crítica que se encontra os servidores e aposentados da saúde. A Campanha de arrecadação está sendo realizada por necessidade, é uma medida emergencial e paliativa, mas que não resolve o problema das condições de vida dos servidores.

É necessário que estejamos unidos para enfrentar as dificuldades e lutarmos juntos em defesa dos nossos direitos e em defesa dos nossos salários. A desunião e a falta de solidariedade são receitas que o próprio governo prega para que os servidores não lutem. Dia 24, haverá uma nova assembleia geral da saúde e é lá que vamos discutir alternativas e encaminhamentos dos passos que daremos em relação à luta da saúde. Esperamos todas e todos lá.

 

Autor: Comunicação Sindsaúde

Boletim Eletrônico

  • Digite o código: 8340

  •