Notícias

31 de agosto de 2018

Servidores e servidoras da saúde do RN reduziram atendimento por salários em dia




Manifestação teve início às 9h e contou com a participação de cerca de 300 trabalhadores e trabalhadoras

Os servidores e servidoras da saúde participaram, na manhã desta quinta-feira (30), de um ato pela conclusão do pagamento do 13º sálario de 2017 e salários em dia, na frente do Hospital Walfredo Gurgel.

A categoria bloqueou momentaneamente a Avenida Salgado Filho, na altura do semáforo da maior unidade hospitalar do RN, para informar a população, com faixas, panfletos e relatos, sobre a situação em que se encontram os trabalhadores da saúde.

Para se ter uma ideia, os servidores, que dedicam suas vidas para cuidar e salvar outras, mesmo em condições precárias, sofrem com atrasos seguidos no pagamento dos salários desde janeiro de 2016.

Com a paralisação, os atendimentos ficaram reduzidos nas unidades da capital e do interior. Centros de urgência não foram afetados. O ato contou também com a participação do funcionalismo público do interior, que chegou em caravanas vindas da região do Seridó e do Mato Grande.

"Somos nós que temos que transformar o pensamento de outras pessoas que ainda não entedem que a luta é necessária para a defesa dos nossos direitos", declarou Edvalda Lopes, diretora do Sindsaúde-RN.

Além disso, a saúde pública do RN se encontra em estado de calamidade desde junho do ano passado e permanecerá assim, pelo menos, até o final de 2018. Essa é a segunda vez consecutiva que o decreto de calamidade é renovado, reflexo do descaso do governo Robinson Faria com uma das áreas essenciais para o funcionamento de qualquer sociedade.

 

Confira outras imagens do ato:

 

Autor: Comunicação Sindsaúde

Boletim Eletrônico

  • Digite o código: 4904

  •