Notícias

12 de abril de 2018

Do luto à luta: Atos marcarão um mês do assassinato de Marielle e Anderson




Ato em Natal acontece no sábado (14)

Nesta sexta-feira e sábado (dias 13 e 14 de abril), um mês após o assassinato de Marielle Fraco e Anderson Pedro, manifestações marcarão um mês desses crimes que chocaram o país. Os protestos, convocados em vários estados e capitais, exigirão justiça e o fim da intervenção militar no Rio e da criminalização das lutas e do povo pobre.

Vamos para as ruas contra os governos de Temer, Pezão e Crivella e a PM, que até o momento não deram informações que apontem no avanço das investigações desse assassinato explicitamente político.

O assassinato de Marielle, mulher negra, favelada e defensora dos direitos humanos, teve o claro objetivo de tentar calar uma voz que vinha criticando fortemente as operações da PM e das milícias nas comunidades cariocas e a intervenção militar.

Esses atos também servirão para denunciar a intervenção federal no Rio de Janeiro, sob o comando do Exército, que já dura quase dois meses e penaliza a população pobre, em sua maioria negra.

A CSP-Conlutas estará presente e convoca todos a se somarem. É importante que as estaduais e regionais se integrem nesses atos com consignas que exijam a apuração e prisão de todos os envolvidos, contra a intervenção militar no Rio de Janeiro, pela desmilitarização da PM, pelo direito à autodefesa dos trabalhadores, fora Temer, Pezão e Crivella e todos os corruptos. Vamos transforma o luto em luta!

 

Atos

Em Natal (RN), a Central participará do “Amanhecer com Marielle”, às 7h desse sábado. Após essa ação, ocorre a coordenação estadual em que será dedicada parte da reunião para lembrar a data.

Em São Paulo (SP), na sexta-feira (13), o Luta Popular fará um ato em Perus na praça do samba com concentração às 16h. Haverá uma marcha, e o protesto será finalizado com o sarau D’quilo, às 19h, na praça em frente à estação da CPTM.

Em São José dos Campos (SP), a atividade será na sexta, às 16h, na Praça Afonso Pena.

Em Jacareí (SP), será no mesmo dia e horário na Praça Conde Frontin.

No Rio de Janeiro (RJ), a CSP-Conlutas participará do ato “Amanhecer com Marielle”, às 7h, no sábado (14). A ideia é amanhecer colorindo praças com flores e intervenções culturais.  Haverá também a coordenação estadual onde será dedicada uma parte da reunião para lembrar a data. A Central participará ainda de um ato nos arcos da Lapa com concentração,  às 17h, e início do protesto, às 21h.

Em Porto (RS), no ato será na sexta, às 18h, na Esquina Democrática.

Em Manaus (AM), o movimento Luta Popular fará um ato na sexta, com concentração às 9h, em frente à escola EETI Professora Cinthia Regia Gomes do Livramento, no bairro Nova Vitória, na Torquato Tapajos em frente à Dafra, em Santa Etelvina.

Em Belém (PA), o ato será dia 14, às 9h, no Ver-O-Peso.

Em São Luís (MA), no dia 13 haverá ato em frente à Câmara de Vereadores, às 18h.

 

Autor: CSP Conlutas

Boletim Eletrônico

  • Digite o código: 9598

  •