Notícias

15 de dezembro de 2017

Servidores da saúde de Natal votam indicativo de greve para janeiro




No dia 10 de janeiro, haverá nova assembleia para deliberar sobre o início da greve contra o atraso nos salários e pelo cumprimento da data base da categoria.
Imagem Interna

Servidores municipais da saúde de Natal se reuniram nesta sexta-feira (15) no auditório do Sindsaúde/RN e aprovaram um indicativo de greve para janeiro de 2018. Na assembleia, os trabalhadores debateram um plano de lutas para cobrar da Prefeitura o cumprimento da data base da categoria, a implantação da mudança de nível no Plano de Cargos e o pagamento dos salários atrasados (dezembro e 13º).

Além disso, os servidores também discutiram a emenda aprovada pela Câmara de Natal ao orçamento do munícipio, reservando R$ 25 milhões para ações relacionadas à saúde pública. Deste montante, a Prefeitura vai destinar mais de R$ 14 milhões apenas para implantar o Plano de Cargos dos médicos, enquanto a maioria dos demais servidores não tem seus direitos garantidos.

A categoria volta a se se reunir em assembleia no dia 10 de janeiro para deliberar sobre o início da greve contra o descaso do prefeito Carlos Eduardo (PDT). "A categoria votou o indicativo de greve, e nós queremos salário em dia, a implantação das três mudanças de nível, quinquênio e todos os nossos direitos negados pelo prefeito.", destacou Célia Dantas, diretora do Sindsaúde. 

 

Autor: Comunicação Sindsaúde

Boletim Eletrônico

  • Digite o código: 2469

  •