Notícias

18 de outubro de 2017

Sindsaúde participou de reunião que aprovou emendas em defesa do concurso da saúde de Natal




Reunião ocorreu nesta terça-feira (17), na Câmara Municila de Natal

O Sindsaúde participou de uma reunião nesta terça-feira (17), na Câmara Municipal, com representantes da Secretaria Municipal de Saúde, Sinsenat, Conselho Municipal de Saúde, Conselho Regional de Serviço Social, a Promotoria da Saúde e a vereadora Natália Bonavides (PT).

Na ocasião, foram articuladas duas emendas as quais foram apresentadas e votadas por unanimidade na CMN.

A primeira emenda adiciona um parágrafo ao Projeto de Lei Complementar para garantir que, no edital, conste o número de vagas a serem preenchidas, de modo a trazer segurança jurídica sobre a convocação dos futuros aprovados. Serão disponibilizadas mais de 1.600 vagas para profissionais da saúde.

A segunda emenda prevê que as leis federais das profissões sejam cumpridas. Incluindo as que já regulam as profissões abrangidas pelo concurso, inclusive nas suas cargas horárias, como Assistente Social, Fsioterapia e Terapia Ocupacional.

O Sindsaúde está na luta pelo concurso público há vários anos. Desde 2010 que não ocorre concurso público para a saúde em Natal. Para Célia Dantas, diretora do Sindsaúde-RN, os servidores da saúde enfrentam péssimas condições de trabalho. "Conhecemos de perto a falta de profissionais da saúde, a sobrecarga de trabalho, como também o rodízio dos contratos temporários, que não tem estabilidade, nem os direitos garantidos", disse Célia.

Os técnicos de nível médio, que fazem parte da atividade meio, ficam de fora do concurso, mas em conjunto com as demais entidades, o Sindsaúde discutirá a necessidade e a importância do concurso público para essa atividade.

O Sindsaúde-RN continuará acompanhando todo o processo do concurso, para que seja realizado dentro dos prazos estabelecidos.

 

Autor: Comunicação Sindsaúde

Boletim Eletrônico

  • Digite o código: 2890

  •